sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O que não quero ser quando crescer


Existem pessoas perfeitas. Com vidas perfeitas. Tudo em redor delas é perfeito: a família, os amigos, o emprego... até o cão e o gato são melhores que os outros todos. São pessoas que têm dias perfeitos. Desde que acordam até que se deitam, tudo corre sempre às mil maravilhas, dentro do planeado e desejado. Nunca têm um imprevisto, nunca se esquecem de fazer nada, nunca sentem preguiça, nunca se atrasam. Até o sono delas é perfeito. Nunca acordam durante a noite, nunca têm insónias, nunca sentem demasiado calor ou demasiado frio e nunca acordam depois da hora necessária. Estas pessoas sabem sempre tudo, têm sempre razão, nunca erram, nunca se enganam, nunca fazem borrada, nunca dão um passo mal dado, nunca se precipitam, nunca mudam de ideias, nunca se arrependem de nada. E são espertas estas pessoas! Nunca se deixam enganar por ninguém porque sabem mais que os outros todos juntos. E têm sempre resposta para todos os problemas, e sabem sempre o que fariam no lugar dos outros, mesmo sem nunca lá terem estado ou sequer chegado perto. Estas pessoas são tão perfeitas que nem ouvem ninguém. Não precisam. Tudo o que lhes dizem elas já sabem e sabem melhor. São perfeitas, e isso basta-lhes.

Quando crescer quero ser assim. Quero deixar de ser tão imperfeita. Quero deixar de ter dúvidas em relação a coisas que não conheço. Quero deixar de não saber o que faria no lugar de tanta gente, simplesmente porque nunca lá estive e nem imagino como será estar . Quero deixar de ter dias completamente diferentes daqueles que planeei porque não tive tempo, porque não acordei a horas, porque não me apeteceu, porque tive um imprevisto, porque me desorganizei. Quero deixar de mudar de ideias só porque o que ontem achava certo, hoje acho errado. Quero deixar de me arrepender das coisas estúpidas que faço por impulso. Aliás, quero deixar de ter impulsos e de fazer coisas estúpidas. Quero deixar de me enganar, de errar e de dar passos mal dados só porque, por acaso, nunca os tinha dado antes. Mas devia saber. Sim, quero deixar de não saber tudo e quero saber mais que os outros todos juntos. Quero ser assim, perfeita. E quero ter uma vida perfeita como essas pessoas perfeitas.

Ou então, não.
Pensando bem, talvez prefira continuar a ser apenas uma pessoa.

26 comentários:

  1. E quando cresceres, posso ser igual a ti...?

    (Claro, se continuares afinal a querer ser só uma pessoa...)

    :)

    ResponderEliminar
  2. Não concordo contigo por uma razão simples! Não existe a perfeição... infelizmente! ;)

    ResponderEliminar
  3. A minha essência:

    Claro que não existe! Não percebeste a ironia no post todo? O que há é gente que gosta de se armar.

    :-)

    ResponderEliminar
  4. Pessoas utópicas é o que é! Vivem num mundo enganado, ou a enganarem-se. Boa sexta

    ResponderEliminar
  5. É o querer mais, a busca, a procura de algo melhor... que nos faz evoluir :D

    ResponderEliminar
  6. Ana, seria uma tremenda seca se tudo fosse sempre perfeito e digo seria porque não acredito que exista a perfeição constante e total, pessoas assim fazem-me comichão e deixam-me sempre de pé atrás!
    É como dizes esse tipo de pessoas não são pessoas, são apenas robots a cumprir um papel em função daquilo que acham que os outros esperam delas!


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Bem que tédio esta perfeição.

    Para além de que me parece que sstas pessoas perfeitas que descreves são aquelas que não fazem nada com miufa de serem imperfeitas.

    Acho que o teu último pensamento é o melhor a seguir :)

    ResponderEliminar
  8. Up´s! Risos... assim muda de figura... ;)

    ResponderEliminar
  9. Bora lá ser apenas uma pessoa... :)

    Ser perfeito cansa! E então quando se tenta parecer, ui deve ser de levar à exaustão!

    ResponderEliminar
  10. Almejar a perfeição é um jogo delicioso.

    ResponderEliminar
  11. Hummmm eu prefiro os meus problemas, as minhas lutas, as minhas complicações, as minhas dúvidas... são o sal da vida.

    ResponderEliminar
  12. Oube lá! No dia que isso acontecer (que cresças e fiques perfeita) avisa... deixo de te comentar! ;)

    ResponderEliminar
  13. Acho uma óptima decisão e um texto maravilhoso.
    Quem escreve assim, não é analfabeto lolol.

    ResponderEliminar
  14. Aborrecem-me pessoas perfeitas.

    ResponderEliminar
  15. E eu quero ser igual a ti, mas tu sendo apenas uma pessoa. Porque a perfeição é coisa que não existe. ;)

    Boas férias!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  16. é mesmo verdade. as vidas perfeitas enjoam um bocadinho.

    ahahaha então está visto que não te posso adicionar no msn eheh

    ResponderEliminar
  17. Girl in Motion:

    lol claro que podes, mas sem filmes daqueles:-))

    ResponderEliminar
  18. Até não pedes muito...

    ... sempre podias pedir ser mais que perfeita! :D

    ResponderEliminar
  19. Sabes eu cá prefiro as pessoas imperfeitas, são mais elas, são mais originais... há alguma sedução em algo que não pode ser melhorado? beijoca grande

    ResponderEliminar
  20. Eu chamaria outros nome às pessoas ditas perfeitas: grandes mentirosas :p. E, no fundo, devem ter vidas menos "perfeitas" que a dos "outros", os comuns mortais.

    ResponderEliminar
  21. Em dias diferentes, escrevi o mesmo que tu! ;)

    ResponderEliminar
  22. Agr fiquei triste! Hoje dói-me a cabeça... assim já não posso ser perfeita :)

    ResponderEliminar
  23. tenho uma amiga que é tudo aquilo que tu descreves no texto ou melhor acha que é tudo aquilo que tu escreves, perfeita.
    á conta disso fui-me afastando um bocadinho porque estar sempre a ouvir que ela é que sabe e que eu tenho que fazer as coisas como ela diz porque ela é que tem razão cansa um bocadinho.
    a perfeição não existe...é pena que algumas pessoas não consigam perceber isso!!!!

    ResponderEliminar
  24. Todos nós temos imperfeições e perfeições Ana. Ninguém é totalmente perfeito, nem ninguém é totalmente perfeito. A verdade é essa. Beijinhos

    ResponderEliminar