quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Chá de sumiço

Sabem quando vocês dizem que gostam muito de determinada série, e a partir daí há alguém que vos começa a entupir o mail, a toda a hora, com vídeos, fotos, notícias, links, bibliografias, resumos de temporadas e tudo o mais possível e imaginário sobre a dita série e respectivos actores? E quando vocês dizem que gostam de bicicletas, e depois disso há alguém que vos traz uma catrefada de revistas e catálogos, e passa a vida a falar do modelo X e do modelo Y, e do equipamento assim e assado, ao mesmo tempo que vos põe a par de todas as corridas e voltas e nomes de ciclistas desde 1900 e troca o passo? Ou então, ainda, quando vocês dizem que gostam muito de fazer o pino, e desse dia em diante há alguém que vos pede para fazer o pino todos os dias, e ainda explica as mil e uma maneiras de fazer o dito pino, e os melhores locais, e as melhores horas, as vantagens e desvantagens, causas e efeitos, virada para o sol ou virada para a lua, e ainda vos enche a cabeça com o nome de todos os campeões do pino, e da ponte e da roda, do mundo e arredores?
Pois eu sei. E acho que a partir de agora vou começar a dizer que sou fã do Copperfield e da sua capacidade de fazer desaparecer pessoas. Pode ser que alguém me explique pormenorizadamente como se faz.

17 comentários:

  1. Ahaha, felizmente não tenho ninguém assim na minha lista de amigos/colegas :D thank god!

    ResponderEliminar
  2. He!He!Eu até gosto de falar sobre series que gosto.As personagens, as historias, uma curiosidade ali e aqui ou até mesmo chegando ao facto de discutir pormenores tecnicos disto e aquilo (trekkers e não só percebem-me), mas sei perfeitamente o que é chegar a um certo ponto e saber o que é agradável e o que é "chato como ó caraças"!!!Infelizmente ainda conheço pessoas assim e, felizmente para ambos os lados, já sabem que comigo não convém ir muito longe dentro do mesmo assunto e nem sequer pisar a linha em muitos casos.Eu posso gostar de uma série e conhecer alguém que também goste, falar sobra a mesma mas chegar a esse ponto..."Chiça"!

    ResponderEliminar
  3. Não fosse uma questão de educação e o melhor a fazer seria dizeres à pessoa em questão "arranja uma vida sff".

    ResponderEliminar
  4. E o efeito inverso, em que se faz aparecer pessoas há forma de o fazer?... Gostava dessas dicas

    ResponderEliminar
  5. um dia destes faço um post com algo do género que se tem passado cmg!

    ResponderEliminar
  6. Isso é que é amor e dedicação. ahahahah

    ResponderEliminar
  7. ahahahahahahaahahah chá de manco também resulta!

    ResponderEliminar
  8. amazing ... e depois partilhas sim?!?
    :) :)

    (eu, se encontrasse assim o meu reader todos os dias, tinha um ataque ... lol)

    ResponderEliminar
  9. Pois, é o que dá ser-se fascinante. Mas porque é que não te dás a conhecer a sério, ele assim desiste logo de ti.:D

    ResponderEliminar
  10. Melzinha, já cá faltavas tu :-)

    E quem te disse a ti que estou a falar de um "ele", hein? Gente chata existe em todos os géneros e contextos. Assim como tu, por exemplo.

    ResponderEliminar
  11. Oh, és sempre tão querida, se não fosses tu quem mais me iria elogiar.

    ResponderEliminar
  12. Tu e eu estamos cá para isso mesmo, certo?

    ResponderEliminar
  13. Uma vez aconteceu me isso com uma amiga chata que só. já não somos amigos. xD. Odeio essa necessidade de agradar que algumas pessoas têm. xD

    ResponderEliminar
  14. Não tenho essa sorte: passo a vida a dizer que gosto de comida, mas a única coisa que me enviam é selos.

    ResponderEliminar