segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Tens para a troca?

Nós, seres humanos, somos um espectáculo. Quando se trata de dar palpites e encontrar soluções para os problemas dos outros, não há quem nos agarre. Sabemos sempre o que deve ser feito. "Tens de fazer isso assim", "tens de resolver isso assado", "no teu lugar fazia cozido", "eu cá nunca faria isso grelhado". Fácil, fácil, fácil. É espantoso verificar que, afinal, todos sabem resolver os nossos problemas menos nós. Que estúpidos que somos! Como é que nunca pensámos nisso? Eu acho até que deveríamos começar a gerir a vida uns dos outros. Dá cá os teus problemas que eu resolvo. Toma lá os meus e resolve-os tu. É que isto visto de fora é bem mais simples, não é? Podemos não saber da missa a metade, mas temos sempre uma solução genial. Somos tão bons!

27 comentários:

  1. É verdade....loool
    As pessoas mandam sempre o seu bitaite, mesmo não tendo toda a informação. É da natureza humano, o "dar a sua opinião".

    E aqui vai a minha:
    "Se eu fosse a ti, ignorava todas essas opiniões"

    LOL

    ResponderEliminar
  2. Um post que tem tanto de sarcástico, como de irónico e verdadeiro!!!....

    ResponderEliminar
  3. Completamente! A vida dos outros parece sempre mais fácil de viver :p vá se lá perceber bem porquê... Acho mesmo que é natural do ser humano * beijinho

    ResponderEliminar
  4. Ah, pois é! As pessoas acham que sabem sempre tudo, são sempre tão espertas e perspicazes a resolver os problemas dos outros... Têm sempre soluções e tudo e tudo... Enfim, ganhavam mais em estar caladas ou somente a oferecer um ombro amigo ou algo do género.

    Kiss :)

    ResponderEliminar
  5. Eu estou a pensar tirar uma especialidade em resolver os problemas dos outros, mas depois também tenho que arranjar um outro especialista para resolver os meus xD

    ResponderEliminar
  6. Os problemas dos outros são sempre mais fáceis de resolver, apenas porque não são os nossos. Não os sentimos na pele. E quando não nos dói a nós a solução parece-nos sempre ali à mão de semear.

    No entanto, uma coisa também é verdade, que de quando em vez (raramente, mas acontece) quem está de fora e não é só um(a) simples bitaiteiro(a) consegue ter uma outra perspectiva e objectividade que nós, por sermos os afectados, não conseguimos ter. No meu caso, essas dicas são muito bem vindas... as outras vão de retro... É aquela velha técnica de "sair do quadrado" posta em prática.

    ResponderEliminar
  7. Minha kida...
    Não sejas assim... é que por vezes... para quem está de fora ver a luz é bem mais fácil .... não está tão embrenhada no problema...

    também existem aqueles que sao irritantes e .... para esses... não temos pachorra! :)

    ResponderEliminar
  8. é por isso que normalmente só abro a boca depois de decisão tomada ou acto consomado e vou logo avisando "estou a comunicar, não a pedir conselhos, observações, opiniões ou o quer que seja que vos esteja a passar pela cabeça"
    foi assim em todos os momentos importantes ou dificeis da minha vida

    mas oh Ana tu devias.... LOL

    ResponderEliminar
  9. Olha que eu acho que essa ideia tem potencial! Vai já registar a patente!!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Com o mal dos outros, posso eu bem lool.

    ResponderEliminar
  11. Pimenta no cu dos outros não arde. ;)

    ResponderEliminar
  12. Eu se fosse a ti não teria escrito isto... épa, não sei, mas acho que fizeste mal. Eu teria feito de forma diferente!

    ResponderEliminar
  13. Achei mesmo engraçado este post. Tens toda a razão. Essa do resolvermos os problemas uns dos outros pareceu-me uma óptima ideia, dadas as circunstâncias. xD

    *

    ResponderEliminar
  14. Podes crer... Para os problemas dos outros é tudo muito fácil!

    ResponderEliminar
  15. E não é que é a mais pura das verdades! A nossa não sabemos gerir, agora as dos outros e os seus problemas são sempre facilidades!

    ResponderEliminar
  16. Tu escreves pouco, mas quando escreves acertas sempre na mosca.
    Concordo inteiramente contigo...está tudo dito!

    ResponderEliminar
  17. É para experimentar, sem dúvida! Assim pode ser que andemos mais tranquilos.

    Kiss

    ResponderEliminar
  18. :))) muito bom e verdadeiro este post.
    Olha, queres os meus problemas? Tou em saldos, levas 2 na troca de 1.
    Realmente, o ser humano é fantástico.

    ResponderEliminar
  19. PIMBA!
    Eu também não gosto nada dessas tretas. Podem não saber do que se está a falar, mas não deixam de ter uma opinião formada sobre o assunto. Porra...

    ResponderEliminar
  20. Era uma óptima solução!Há poucas coisas que me irritem tanto como o belo "Havia de ser comigo!". Pois havia meu bem, a ver se te calavas!

    ResponderEliminar
  21. Bem... Não imaginas como me revi nessas palavras! Penso tantas vezes nisso!
    http://amarycanlife.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  22. Sério?
    Eu imaginava as ruas cheias de gente, comerciantes. Claro que calculava que o cheiro é completamente diferente de cá, li algures que era mesmo assim, mas não imaginei que fosse tão mau. :s
    Quanto aos camelos também já li que cheiram mal que doi, mas não sabia que tinham carraças :O
    Mas mesmo assim, não há nada melhor do que ver para crer, e gostava de la ir. :p

    ResponderEliminar
  23. É mesmo. Quando os problemas são dos outros, parece sempre ser tudo muito fácil. Mas quando os mesmos problemas chegam a esse tipo de pessoas, aí a maneira de olharem para eles muda completamente de figura...
    Big Kisses

    ResponderEliminar
  24. ººº
    " Faz o que eu te digo, não faças o que eu faço "

    ResponderEliminar
  25. chama-se anaquim e tem uma música assim.

    ResponderEliminar