quinta-feira, 23 de julho de 2009

E para quê??

No sábado passado, durante a noite, assaltaram-me o carro. De manha, quando cheguei perto dele, reparei que tinha a porta aberta. Não dei grande importância porque sabia que não tinha lá nada dentro para ser roubado.
Sei que é um carro fácil de abrir e não é a primeira vez que o fazem, por isso já tenho o cuidado de nunca lá deixar nada.
Experimentei a fechadura, vi que estava inteira e a funcionar bem, e segui viagem.
Alguns metros á frente comecei a sentir qualquer coisa a bater-me na perna direita. Quando olhei...

"Filhos de uma grande p**a!"

Arrancaram-me a consola do rádio. Deram cabo daquilo tudo e deixaram-me os fios todos pendurados. E para quê? Para nada. Aquilo não lhes serve para nada sem o respectivo rádio (que levo sempre comigo, of course!).
Perguntei a várias pessoas entendidas no assunto e todas me responderam o mesmo: aquilo não lhes serve absolutamente para nada!
Então porquê? Por maldade? Pela raiva de não terem encontrado nada que lhes servisse? Ou simplesmente pelo gozo? Não dá para entender... mas enfim, são ladrões, são mitras, são chungas que vivem disso. Outra coisa não se pode esperar deles.

Já de outras pessoas...

Faz-me confusão certas atitudes, certos comportamentos. Coisas que as pessoas fazem só porque sim, porque lhes apetece, sem qualquer sentido ou objectivo. É como entrar num carro e destruir a consola do rádio só pelo gozo, só para dizer "eu estive aqui, consegui entrar, agora aguenta-te!". Depois viram costas e vão à vidinha delas, como se nada fosse.

De facto, não vale a pena termos o cuidado de não deixar nada de valioso á mão de semear... certas pessoas, tal como os mitras, já ficam contentes só por destabilizar.

Mas os mitras, são mitras... difícil é arranjar um nome para os outros!



14 comentários:

  1. Olha, uma vez aconteceu-me uma boa: entrei no carro (o antigo, não O Meu Carro Lindo), liguei o motor e olhei para o espelho do lado esquerdo para fazer a manobra. Mas qual espelho?
    Não havia lá nada! Saí do carro, olhei para o chão à procura de estilhaços e nada!
    Tinha a estrutura do espelho intacta, mas do espelho nem vestígio!
    Como vês, há gente para tudo!
    E sim, há gente que existe mesmo só para chatear!

    ResponderEliminar
  2. Que horror...
    atér hoje nunca tive o meu carro assaltado...

    até ver....

    ResponderEliminar
  3. Storyteller:

    E se não é para "levarem" nada de importante, não era melhor ficarem quietinhos?

    ResponderEliminar
  4. Eu Mesma:

    Mas com certos "mitras" aposto que já te cruzaste, não?

    ResponderEliminar
  5. He!He! "Mitras"! Boa! A frustração foi lixada e o único a ficar a perder foste tu. Já sabes que, por mim é apanhar esses..."Mitras" (é melhor ficar por aqui ou ainda escrevo algo desagradável) e fazer exames rectais ao estilo da idade média...Mas que se pode fazer, se os criminosos tem mais direitos ao cometerem crimes?

    ResponderEliminar
  6. Mk:

    Fiquei a perder... sim, "aquela" perdi, mas se calhar até é um sinal para arranjar "uma" muito melhor! Será que ainda vou ter de agradecer aos "mitras"?

    Aii tanto trocadilho!:-))

    ResponderEliminar
  7. Hoje em dia existe quase uma anarquia. As pessoas fazem o que bem lhes apetece, pois sentem que não são penalizadas. Sentem-se frustradas e castigam os outros. É realmente triste que assim seja, que haja uma cada vez maior falta de valores. Olha por exemplo, os ladrões que a troco de nada matam as vítimas, as pessoas que saiem dos carros exaltadas e começam à pancada por causa de um toquezinho na chapa, a falta de respeito e civismo... É triste, mas não me parece que vá melhorar.

    ResponderEliminar
  8. Allie:

    Não vai melhorar, não. O pior é que já lidamos com certas coisas como sendo "normais", "habituais", o "pão nosso de cada dia". Enfim...

    ResponderEliminar
  9. Ana, mitra é mitra que faz por delinquência,por zanga ,o que seja. Os outros são filhos da puta. Sempre deixei que a vida lhes dê a lição que merecem e geralmente dá!

    Beijoca

    ResponderEliminar
  10. Cor:

    Finalmente alguém que me entendeu!

    Geralmente dá, sim... mas até dar, fazem muitos estragos por aí!

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Há pessoas (ou coisas!!!!!) que só passadas na cortadora do fiambre... em fatias bem fininhas!
    Só andam cá para lixar quem trabalha...
    'da-se!

    ResponderEliminar
  12. Miguel:

    Ou na picadora de carne!

    ResponderEliminar
  13. Parasitas sentimentais serve?...

    ResponderEliminar
  14. ELE DIZ:

    Serve sim, que nem uma luva!

    ResponderEliminar